VISITE NOSSAS PÁGINAS

VISITE NOSSAS PÁGINAS CLICANDO NOS TITULOS ABAIXO

ABENÇOE NOSSO MINISTÉRIO. SEMEIE COM AMOR

Se voce deseja abençoar esse ministério fique a vontade - fale conosco pelo e-mail - pastoraelianefcr@gmail.com ou faça uma oferta de amor na conta - BRADESCO: Agencia 2141 - Conta Corrente 0020820-5 - Eliane de Fatima Cardoso Ramos

QUE DEUS RECOMPENSE E MULTIPLIQUE EM SEU CELEIRO EM NOME DE JESUS.

APRESENTAÇÃO

NO AR DESDE 01 DE JANEIRO DE 2014


Email

pastoraelianefcr@gmail.com

FALE COM A PASTORA QUI

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

SAIBA SE VOCE ESTA SOB INFLUENCIA DE DEMÔNIOS QUE ATUAVAM EM JEZABEL

Jezabel era uma princesa fenícia, filha do rei dos Sidônios chamado Etbaal e para firmar uma aliança política com a Fenícia, Acabe casou com Jezabel.

Depois de casar com Acabe, Jezabel continuou adorando os deuses fenícios, principalmente Baal, mas ela não se limitou a adorar Baal e Achera (deusa da fertilidade), ela passou a perseguir o Deus de Israel. Isso mesmo, além de não respeitar o Deus da nação de seu marido, Jezabel matou muitos profetas do Senhor, ao mesmo tempo em que sustentava oitocentos e cinquenta profetas de Baal e Achera e com dinheiro público.

Ao invés de Acabe influenciar sua esposa, era Jezabel quem influenciava Acabe e governava de fato Israel, isso porque, Acabe era fraquinho de dá dó e Jezabel uma mulher forte, independente, determinada e que não se intimidava com nada, não se importava com os meios que teria de usar para conquistar seus objetivos. Isso lembra muita gente boa por aí.

A maior resistência enfrentada por Jezabel foi do profeta Elias, a quem ela perseguiu para matar, sem, contudo, obter êxito. Deus usava o profeta Elias para falar duramente contra Acabe e Jezabel. Elias desmoralizou Baal e matou seus quatrocentos e cinquenta profetas, por isso Jezabel odiava o homem de Deus.

No episódio da vinha de Nabote, quando Jezabel mandou matá-lo para presentear Acabe com sua vinha, já que o rei desejou fazer da vinha de Nabote uma horta, a ira do Senhor se acendeu fortemente contra Acabe e Jezabel e o profeta Elias foi até Acabe e profetizou dizendo: “Assim diz o Senhor: No lugar em que os cães lamberam o sangue de Nabote lamberão também o teu próprio sangue. Eis que trarei mal sobre ti, e arrancarei a tua posteridade, e arrancarei de Acabe a todo o homem, tanto o escravo como o livre em Israel. E também acerca de Jezabel falou o Senhor, dizendo: Os cães comerão a Jezabel junto ao antemuro de Jizreel.”  (1 Reis 21:19, 21 e 23). A sentença do Senhor estava selada.

Deus resolveu exterminar Acabe, Jezabel e toda a sua casa, a maldade deles chegou ao Trono de Deus e o sangue dos profetas mortos por Jezabel clamava por justiça no altar. Deus é Justiça plena e nada escapa aos Seus olhos.

Pois bem. Três anos depois da profecia de Elias, Acabe foi gravemente ferido numa batalha contra o rei da Síria e foi levado num carro de volta a Israel e a tarde ele morreu. Quando seus servos foram lavar o carro, o sangue de Acabe foi lambido pelos cães, exatamente como predisse Elias.

O herdeiro natural do trono de Israel era Jorão, filho mais velho de Acabe, porém o Senhor mandou ungir rei a Jeú, filho de Ninsi, no lugar de Jorão e o novo rei recebeu de Deus a missão de ferir a casa de Acabe, para vingar o sangue de todos os profetas do Senhor da mão de Jezabel. Havia uma sentença do Senhor contra a casa de Acabe e, em especial, contra Jezabel.

Jeú marchou com seu exército para Jezreel, onde estava Jorão convalescendo das feridas da guerra contra os sírios. Quando Jorão soube que Jeú estava chegando à cidade mandou dois mensageiros propondo paz, como ambos não voltaram, Jorão mandou aparelhar seu carro e foi pessoalmente ao encontro de Jeú e perguntou a ele se ele vinha em paz, ao que respondeu Jeú a Jorão: “Que paz, enquanto as prostituições da tua mãe Jezabel e as suas feitiçarias são tantas?” (2 Reis 9:22b).

Jorão tentou fugir de Jeú, mas ele entesou seu arco e matou o filho de Acabe e mandou que seus servos lançassem seu corpo no campo de Nabote, conforme determinou o Senhor e Jeú foi a Jezreel, onde estava Jezabel, viúva de Acabe e quando ela soube que Jeú estava entrando na cidade, pintou os olhos, arrumou o cabelo e ficou olhando da janela do palácio.

Havia chegado a hora de o Senhor requerer das mãos de Jezabel todos os seus crimes e blasfêmias e Jeú mandou que dois homens jogassem Jezabel da janela. O sangue de Jezabel espirrou na parede do palácio e nos cavalos e Jeú a atropelou. Jezabel estava morta, mas inda faltava se cumprir a palavra dada através do profeta Elias, então Jeú mandou seus servos sepultarem Jezabel, mas eles só encontraram o crânio, os pés e as mãos de Jezabel, o resto já havia sido devorado pelos cães.

Quando Jeú soube do que aconteceu ao corpo de Jezabel, ele disse: “Cumpriu-se a palavra do Senhor anunciada por meio do seu servo Elias, o tesbita: Num terreno em Jezreel cães devorarão a carne de Jezabel, os seus restos mortais serão espalhados num terreno em Jezreel, como esterco no campo, de modo que ninguém será capaz de dizer: 'Esta é Jezabel' ". (2 Reis 9:36-37).

Não foi uma morte bacana a de Jezabel, mas foi o resultado de sua vida de crimes e blasfêmias. Nada ficará impune, ainda que nossos olhos humanos sejam incapazes de ver a sentença dos que lutam contra o Senhor e contra os Seus amados. Assim como Deus vingou a morte de Seus servos das mãos de Jezabel, Ele tomará vingança por nós, porque está escrito: “Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor.” (Romanos 12:19).

A história de Jezabel nos ensina muitas lições por contraste, tudo o que foi e fez Jezabel não devemos ser e nem fazer. Jezabel foi vaidosa até na hora da morte, quando ela soube que Jeú estava chegando, ela tratou de pintar os olhos e arrumar os cabelos, mas se esqueceu do fundamental: sua alma.


Muitas pessoas são como Jezabel, vaidosas e fúteis e cuidam da aparência, mas descuidam do principal: a salvação da sua alma. Só tem um jeito de cuidar da alma e é reconhecendo Jesus como Salvador, todo o resto é consequência da beleza espiritual que somente essa decisão traz.



Eis aqui algumas características que acompanham a operação desse espírito demoníaco.

Lembre-se que as pessoas fortemente influenciadas pelo espírito de Jezabel apresentarão muitas delas, num momento ou outro, embora não necessariamente na ordem descrita.
Uma característica isolada não indica que alguém tenha o espírito de Jezabel.
Pode significar apenas que a pessoa é emocional e espiritualmente imatura.
No entanto, sempre que houver uma combinação de várias dentre as 14 características relacionadas, isso será uma forte evidencia de que o indivíduo esteja debaixo de influência maligna.

Lembremos também que uma característica pode ser bem visível enquanto outra pode estar oculta, mas mesmo assim mostrar-se bem acentuada.
Uma manifestação prolongada de qualquer uma dessas características exige uma avaliação mais atenta do indivíduo e da situação.

1- Embora a princípio seja difícil perceber, o indivíduo sente-se profundamente ameaçado pelos profetas, os quais são seu principal alvo.
Embora ele pareça ter o dom de profecia, seu alvo na verdade é controlar aqueles que se movem na esfera profética.

2- Para aumentar seu favor, o indivíduo muitas vezes se aproxima do pastor e dos líderes locais e depois busca encontrar o elo mais fraco afim de dominá-lo. Seu objetivo final é governar toda igreja.

3- Em busca de reconhecimento do pastor e dos membros, o indivíduo forma associações estratégicas com pessoas que são reconhecidas como espirituais e têm influência na igreja.

4- Para parecer espiritual, o indivíduo busca reconhecimento manipulando as coisas e buscando tirar vantagem. Muitas vezes, compartilha sonhos e visões provenientes de sua própria imaginação ou que ouviu de outros.

5- Quando o indivíduo recebe um reconhecimento inicial, geralmente responde com falsa humildade. No entanto, tal atitude não dura muito.

6- Quando é confrontado, o indivíduo se coloca na defensiva. Ele justifica suas ações com frases do tipo "Estou obedecendo a Deus" ou "Deus me disse para fazer isso".

7- Muitas vezes, o indivíduo alega ter grandes revelações espirituais sobre o governo da igreja, mas não busca autoridades legítimas. Em geral, primeiro compartilha suas opiniões com outras pessoas. Sua opinião pessoal muitas vezes se torna a "última palavra" sobre várias questões, fazendo com que se sinta superior ao pastor. No entanto, mesmo que sua revelação seja proveniente de Deus, ele prefere sair falando em vez de orar.

8- Com motivos impuros, o indivíduo busca se aproximar de outros. Parece desejar fazer "discípulos" e precisa de constante afirmação de seus seguidores.

9- Esse indivíduo prefere orar pelas pessoas em particular (em outra sala ou num canto isolado), para não ter de prestar contas a ninguém.
Assim, suas revelações e falsas "profecias" não podem ser questionadas.

10- Ansioso para conseguir o controle, ele reúne as pessoas e procura ensiná-las. Embora, a princípio, o ensino possa ser correto, ele apresenta "doutrinas" que não possuem fundamentos na palavra de Deus.

11- Enganando os outros com profecias carnais e falando aquilo que as pessoas gostam de ouvir, ele busca acima de tudo conseguir credibilidade. Profetiza meias verdades ou fatos pouco conhecidos, como se fossem revelações divinas, torcendo seus pronunciamentos anteriores e fazendo parecer que se cumpriram na íntegra.

12- Embora a imposição de mãos seja um princípio bíblico, esse indivíduo gosta de compartilhar um nível "mais elevado" no espírito e derrubar as paredes que prendem as pessoas, por meio da imposição de mãos.
No entanto, seu toque transmite maldição. Em vez de uma benção santa, o que ele transmite mediante seu toque é um espírito maligno.

13- Mascarando uma auto-estima deficiente com orgulho espiritual, ele deseja ser visto como a pessoa mais espiritual da igreja. Pode ser o primeiro a chorar, clamar, etc, afirmando estar recebendo uma carga de Deus. No entanto, não é diferente dos fariseus que queriam que suas boas ações fossem vistas e suas virtudes reconhecidas pelos homens.

14- Lamentavelmente a vida familiar desse indivíduo é turbulenta. Ele pode ser solteiro ou casado. Quando é casado, seu cônjuge geralmente é espiritualmente fraco, não convertido ou miserável. Esse indivíduo tem tendência de dominar todos os membros de sua casa.
CUIDADO!
SE VOCE SE ENCAIXA NESSAS CARACTERISTICA, BUSQUE AJUDA, BUSQUE LIBERTAÇÃO.
CREIO, VOCE NÃO VAI DESEJAR TER O MESMO FIM QUE JEZABEL TEVE NÃO É MESMO.

Fonte: Estudos diversos
Pra. Eliane F.C.Ramos




Levando Jesus em 3 minutos 01/12/17

REGISTRE SUA VISITA AQUI

Aviso

CALENDÁRIO COMPLETO DE 2020

Aviso

Pastora Eliane (Jó)

ES

ES