TESTE

Visualizar

APRESENTAÇÃO

NO AR DESDE 01 DE JANEIRO DE 2014

Neste momento você também pode receber a Jesus Cristo como Salvador, simplesmente conversando com Ele… Em suas próprias palavras, diga de coração para Deus:

Deus, eu reconheço que tenho pecado contra Ti. Por favor, perdoa-me! Eu creio que Jesus Cristo morreu e ressuscitou para pagar o preço pelo meu pecado.
Jesus, entra em meu coração e purifica-me do meu pecado. Neste momento eu confio em Ti como meu único e suficiente Salvador.

Se você orou assim, e foi sincero, você hoje "nasceu de novo" na família de Deus, de acordo com 2 Coríntios 5.17: "E assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura: as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas."

Email

pastoraelianefcr@gmail.com

FALE COM A PASTORA QUI

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

DICIONÁRIO BÍBLICO LETRA (T)


Dicionário Bíblico

Letra T



TADEU, SÃO JUDAS
Santo cristão e um dos doze apóstolos de Jesus. Seus outros nomes são Judas Tadeus, Judas Lebeus e Judas, irmão de Tiago. Nos Atos de Tomás, um livro apócrifo do Novo Testamento, escrito na Síria no início do século III, ele foi identificado como Judas Tomás, que é o nome completo do apóstolo Tomás, segundo a tradição síria. Autor da Epístola de Judas do Novo Testamento. Judas, sendo São Judas, é suposto na visão da Igreja Apostólica Armênia, ter levado o Cristianismo à Armênia. (Mt 10,3; Mc 3,18 - Lc 6,16; At 1,13).
TANGEDOR
Aquele que tange ou toca qualquer instrumento. (2 Reis 3:15).
TÁRSIS
Colônia fenícia na Espanha (Ez 27,12; Jn 1,3).
TEMOR DE DEUS
Na evolução bíblica podem perceber-se duas classes de temor: o temor sagrado (Gn 15,1-7; 18,27; 28,15-17; Ex 3,1-5; 34,10-13; Jz 6,22s); e o temor moral, ocasionado pelo pecado (Gn 3,9s; Is 6,3-7). Mas a noção de temor interioriza-se: deixa de ser terror para se transformar na atitude religiosa de evitar o mal e observar os mandamentos (Dt 5,28-6,13; 17,19s; Ex 20,18-21; Jó 1,6-12; Pr 8,12-21; Eclo 2,14-18). Desse modo, o temor é o grande mandamento e o princípio da sabedoria (Dt 31,12s; Pr 1,7; 9,7-12; Jó 28,23-28; Eclo 1,11-20; 15,1-6). Os justos -judeus ou pagãos -são os tementes a Deus (Gn 22,11-13; Ex 1,17-21; Jó 1,1-8; At 9,31; 10,1s); os ímpios são os que não temem a Deus (Sl 35,2-4; Is 63,17s; Rm 3,10-18). O temor teofânico transforma-se em admiração ante as palavras e as obras de Cristo (Mt 8,27; Lc 4,22; 2,9-18.33.47); o temor de Javé passa a ser o “temor do Senhor” (At 9,31; 2Cor 5,11; Ef 5,21). O A.T. foi o período do temor; o N.T. é o do amor (Rm 8,14-16; 2Tm 1,6s; 1Jó 1,3-8; Hb 12,18-24).
TEMPERANÇA
Não devemos deixar-nos levar por excessos no comer e no beber (Eclo 31,12-31; 32,1-13; 37,27-31; Pr 23,1-3.20s.29-35; Is 28,1-4). No contexto hebraico, os jovens são convidados a afastar-se das mulheres estrangeiras por causa do perigo de idolatria (Pr 2,16-19; 5,3-14; 6,24-35; Eclo 9,9; 23,22-27; Ecl 7,26-28). Por falta de temperança o homem porta-se às vezes como os animais (Rm 1,26-29; 1Cor 6,9s; 1Tm 1,9s; 1Pd 4,3). O cristão, filho da luz pelo batismo, não deve tomar parte nas orgias noturnas (Rm 13,11-14; Jo 12,36; 1Jó 1,6s; 5,7s; Gl 5,19-21; Cl 3,5-10; 1Cor 6,11). O cristão, chamado a receber o prêmio eterno, deve portar-se como um atleta (1Cor 9,25; 1Ts 5,6-8; Ef 5,18; 1Pd 1,13; 2Tm 4,7s; Ap 2,10; 21,8; 22,15). Uma das paixões mais difíceis de dominar é o amor do dinheiro. A temperança ajuda a vencê-la (Eclo 31,1-11; Pr 10,2; 11,4; Jr 17,11; Mt 6,24; 19,21-26; Lc 16,9-24). Outra paixão humana, que a temperança deve moderar, é o orgulho.
TEOFANIA
Revelação ou manifestação sensível da glória de Deus, ou através de um anjo, ou através de fenômenos impressionantes da natureza. Assim Deus apareceu a Abraão (Gn 18), a Isaque (26,2) e a Jacó (32,25-31; 35,9); revelou seu nome a Moisés (Ex 3), sua Lei a Israel (Ex 19s). No NT Deus já não aparece nas forças da natureza. Aparece no Homem-Cristo: na encarnação (Lc 2,1-2; Jó 1,14-18; Tt 2,11-14; 3,4-7; 1Jó 3,2-8); na ressurreição (Mc 16,9-20; Lc 24,1s; Jó 20,21). Manifestações teofânicas temos nas descrições do batismo de Jesus (Mt 3,16s), de sua transfiguração (17,1-8), ressurreição (28,1-7) e ascensão ao céu (At 1,3-11).
TEMPLO
Templo construído por Salomão; o mais conhecido templo na bíblia, uma grande edificação de pedra e madeira construída em Jerusalém ao longo de um período de sete anos. (I Reis 6). O primeiro templo, construído por Salomão entre 967 e 964 (1Rs 6-8), foi destruído por Nabucodonozor em 587 aC. O segundo templo, construído por Zorobabel em 515 aC, foi profanado por Antíoco Epífanes em 167 aC (1Mc 4,59; 2Mc 1,9 e notas). Herodes o Grande o restaurou a partir do ano 20 aC, tornando-o uma das construções mais grandiosas do Médio Oriente. Mas foi destruído pelos romanos no ano 70 dC.
TESSALÔNICA
Fundada em 315 aC, tornou-se cidade livre e capital da província romana da Macedônia. Na sua segunda viagem missionária, Paulo visitou a cidade e fundou ali uma florescente comunidade, para a qual escreveu duas epístolas (At 17,1-13; 20,4; 27,2).
TEMPO
A eternidade é o “tempo”de Deus: Ele existia antes de qualquer criatura (Jr 1,5; 2Tm 1,9; Sl 89,2; 1Cor 2,7); e existirá depois (Ap 21,6; 22,13). O tempo de Israel decorre entre a libertação do Egito e o “dia de Javé” (Is 13,6-11; Am 5,18-20; Ez 7,5-10; Zc 12-14). No NT, o “século presente”, o reino de Satã, estende-se desde a Criação até a Parusia (Rm 12,2; 1Cor 10,11; Gl 1,4; Hb 9,26). Opõe-se ao “século futuro”, o Reino de Deus, que não terá fim (Ap 14,1-5; 21,2; 22,5; Rm 8,18-23; Hb 6,5). Entre a Redenção e o “século futuro”decorre o “tempo favorável” da conversão (Rm 13,11s; 2Cor 6,1s; Tt 2,11-14). É um tempo breve, um tempo de prova (1Pd 1,6; 2Cor 6,1-10; Cl 4,5; Ef 5,16; Jo 16,16-22). Nenhum cálculo humano pode fixar o tempo determinado por Deus (Mt 12,38s; 16,1-4; At 1,1-7).
TESTAMENTO
O termo significa “disposição testamentária”, ato jurídico pelo qual alguém divide seus bens em favor dos herdeiros, após sua morte (Lc 22,29; Gl 3,15-17; Hb 9,16). Significa também a aliança, ou pacto, pelo qual Deus se compromete a cumular de bens o seu povo, desde que este cumpra certas condições. O “Antigo Testamento” (2Cor 3,14) é a aliança do Sinai; o “Novo Testamento” é o pacto que Deus estabeleceu por meio de Jesus Cristo (Jr 31,31; Lc 22,20), superando o AT (2Cor 3,6).
TENDA DA REUNIÃO
Chamada também “tabernáculo”, “tenda do encontro”, “tenda da aliança” (Nm 7,89 e nota), “tenda do testemunho” (At 7,44) ou “morada” (Ex 25,9 e nota), é o santuário israelita do deserto. Neste santuário portátil Moisés encontrava-se com Deus para receber revelações ou suplicar pelo povo. A tenda da reunião tinha duas repartições, separadas por um véu: o Santo e o Santo dos Santos.
TENTAÇÃO
Impulso íntimo dirigido para o pecado, originado dos instintos inferiores ou da malignidade do tentador. (Mat 6:13).
TESTEMUNHO
O testemunho humano está regulado pela Lei (Nm 5,13; 35,30; Dt 6,7); o falso testemunho é severamente sancionado (Ex 20,16; 23,1; Dt 5,20; 19,16-20; Pr 19,5; 24,28; Dn 13; Mc 10,19). Os profetas dão testemunho do nome de Deus (Mq 1,2; Jr 29,23; Ml 3,5). Mas é sobretudo o povo de Deus que deve dar testemunho (Is 43,9-10; 44,8; 55,4). Jesus, a grande testemunha (Jo 18,37; 1Tm 6,13; Ap 1,5; Jó 13,11.32; 5,31-40; 8,12-14; 15,26; 1Jó 5,6-8). Os cristãos devem ser testemunhas (At 1,8.21s; 10,41; 5,32). O martírio é o testemunho supremo (At 7; Ap 2,13; 6,9). O falso testemunho em juízo é proibido porque prejudica inocentes e inocenta culpados (Ex 20,16; 23,1; Dt 5,20; Pr 19,5; 24,28; Mt 19,18; Mc 10,19).
TENTAÇÃO
A tentação bíblica não se situa propriamente no quadro da luta pessoal por adquirir a perfeição, mas na realização do plano de Deus. A tentação, portanto, é a fuga do homem ao plano de Deus: tentação de Abraão (Gn 22,1-18; Eclo 44,20; 1Mc 2,52): tentação do Povo no deserto (Dt 8,2-5; Ex 16,4; Sl 77,17-56; 94,6-11); tentação de Cristo por um falso messianismo (Mt 4,1-11; 16,21-23; 26,36-46; Hb 2,14-18; 4,15). A tentação tem uma origem (Gn 3,1s; Jo 13,2; At 5,3; Rm 7,22s; 1Pd 5,8s). Todos nós somos tentados (1Cor 7,5; 1Ts 3,5). Deus a permite porque nos chama para a vida do Homem-Novo (Tg 1,13-15; 1Cor 10-13). Liberta da tentação aos que lhe pedem (Eclo 33,1; Mt 6,13). A tentação deve ser combatida (Mt 18,7s; 26,41; Ef 6,11-16; 1Pd 5,9), e pode ser vencida (Lc 22,31s; 1Cor 10,13; 2Cor 3,5; Fl 4,13; Tg 1,12; 2Pd 2,9; Ap 2,10).
TETRARCA
Governador da quarta parte de um determinado território. No NT o título indica qualquer governante de um reino dividido, ou um príncipe inferior ao rei (Mt 14,1; Lc 3,1; 9,7), ou mesmo igual ao rei (Mt 14,9).
TEXTO MASSORÉTICO (TM)
É o texto crítico da Bíblia Hebraica, estabelecido definitivamente entre 750 e 1000 dC. É o fruto do trabalho árduo dos massoretas, iniciado após a destruição de Jerusalém, para chegar a um texto hebraico definitivo. A massorá (= tradição) consta de sinais de vocalização do texto consonantal, para a pronúncia correta das palavras, e de estatísticas marginais sobre ocorrências do texto. O TM das atuais edições críticas do texto hebraico da Bíblia baseia-se num manuscrito hebraico do séc. X dC, e apresenta poucas divergências em relação aos manuscritos descobertos em Qumrân.
TIAGO
Conhecem-se vários personagens do NT com este nome: 1) Tiago o Maior, filho de Zebedeu e irmão de João, apelidado “filho do trovão” (Mt 10,2; Mc 3,17); foi decapitado por Herodes Agripa entre 41 e 44 dC (At 12,2); 2) Tiago filho de Alfeu, um dos Doze (Mt 10,3); 3) Tiago o Menor, irmão de José e Judas, primo de Jesus (Mt 13,55; 27,56; Gl 1,19). É o bispo de Jerusalém e considerado também como o autor da Epístola de Tiago (ver a Introdução ); morreu martirizado em 62 dC.
TIMIDEZ
Podemos vencer a timidez dependendo do Espírito Santo. A Bíblia diz em 2 Timóteo 1:7 “Porque Deus não nos deu o espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.”
TIMÔTEO
Era filho de um grego pagão e de uma mãe judia. Converteu-se ao cristianismo, foi companheiro de missão de Paulo (At 16,1-3) e seu amigo fiel (Rm 16,21).
TIRANO
Soberano que abusa de seu poder para submeter o povo a um domínio arbitrário; déspota. (Jó 6:23).
TIRO
Famosa cidade marítima da Fenícia, situada numa ilha. Seus navegadores e navios controlavam o comércio e a navegação no Mediterrâneo (Is 23; Ez 26-28; Mt 11,19-22; 14,37-42).
TOLERÂNCIA
Ás vezes é sábio tolerar certas situações duvidosas. A Bíblia diz em (At 5:38-39) “Agora vos digo: Dai de mão a estes homens, e deixai-os, porque este conselho ou esta obra, caso seja dos homens, se desfará; mas, se é de Deus, não podereis derrotá-los; para que não sejais, porventura, achados até combatendo contra Deus.”
TOMÉ
Um dos doze apóstolos, chamado Dídimo (Mt 10,3; Mc 3,18), que teve dificuldades em crer na ressurreição de Jesus (Jó 20,24-29).
TORA
Palavra hebraica para “lei”, geralmente usada no Antigo Testamento, como Lei de Deus.
TRABALHO
Na ótica bíblica é anterior ao pecado (Gn 2,15), embora, após o pecado, apareça como penoso (Gn 3,19; Jó 5,7). Recorda a obra criadora de Deus (Ex 20,8s; Gn 1,1-2,3; Eclo 38,34), que aparece como um trabalhador (Gn 2,7; Sl 8,4; Jó 5,17; 6,28). A Bíblia exorta ao trabalho (Ex 20,9; Ecl 9,10; Eclo 7,15; 1Ts 4,11; 2Ts 3,10-12), critica o preguiçoso e elogia a pessoa trabalhadora (Pr 6,6-11; 13,4; 16,26; 21,25; 31,13-27; Eclo 38,25s; Mt 25,14s). Também Jesus é um operário, “filho do carpinteiro” (Mc 6,3; Mt 13,35). Paulo gloria-se do trabalho das suas mãos (At 18,3; 20,34; 1Cor 4,12). No nosso trabalho tenhamos o espírito de Cristo. A Bíblia diz em (Efésios 6:6-7) “Não servindo somente à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus, servindo de boa vontade como ao Senhor, e não como aos homens.” Trabalhe sabendo que Deus é O que avalia os nossos esforços. A Bíblia diz em (2 Tim 2:15) “Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.”
É importante ter uma boa atitude no trabalho. A Bíblia diz em (Col 3:23). “E tudo quanto fizerdes, fazei-o de coração, como ao Senhor, e não aos homens.” A Bíblia diz em (Ecle 9:10) “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças; porque no Seol, para onde tu vais, não há obra, nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.” O homem que se recusa a trabalhar para sustentar a sua família nega a sua fé com as suas ações. A Bíblia diz em (1 Tim 5:8) “Mas, se alguém não cuida dos seus, e especialmente dos da sua família, tem negado a fé, e é pior que um incrédulo.” Na natureza há muitas lições sobre o assunto do trabalho que necessitamos aprender. A Bíblia diz em (Prov 6:6-11) “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos, e sê sábio; a qual, não tendo chefe, nem superintendente, nem governador, no verão faz a provisão do seu mantimento, e ajunta o seu alimento no tempo da ceifa. O preguiçoso, até quando ficarás deitador? quando te levantarás do teu sono? Um pouco para dormir, um pouco para toscanejar, um pouco para cruzar as mãos em repouso; assim te sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade como um homem armado.”
TRAÇA
Nome vulgar de insetos que corroem lã, tapetes, estofos, livros, papéis, sementes etc. (Jó 4:19).
TRADIÇÃO
No Antigo Testamento (Ex 12,26; Jz 6,13; Dt 32,7; Sl 44,2; Jr 6,16). No Novo Testamento (Mt 28,20; Mc 16,15; Jo 20,30; 21,25; At 15,41; 1Cor 11,2; 15,3s; Fl 4,9; 2Tm 2,2; 2Jó 12).
TRANSFIGURAÇÃO
Entronização de Jesus como Messias Sacerdotal (Mt 17,2-8; Is 9,1s; 42,6; Ex 28,4-13; Zc 3,1-5; Sl 103,1s; Hb 5,5; Ez 44,17; Ap 1,12-17; 5,1-14) e novo Moisés.
TREVAS
A ausência de luz, ou escuridão, simboliza o afastamento de Deus e de sua salvação. Ao criar o mundo Deus triunfou sobre as trevas (Gn 1,2; Is 45,7). As trevas significam a desgraça (Ex 10,21-23; 14,20; Am 5,18), o reino de Satanás e do pecado (At 26,18; Ef 6,12). O homem tem que se decidir entre o reino das trevas e o da luz (Jó 1,5; 3,19; 8,12). Quem ama o próximo, caminha na luz (1Jó 1,6; 2,9-11).
TRIBO
Cada um dos agrupamentos em que estavam divididos alguns povos da Antiguidade. (Gên 49:16 - Êxodo 35:34).
TRIBUNA
Varanda ou palanque de onde se assiste a certas cerimônias religiosas ou assembléias em salões. (2 (Crô 6:13). Casa das audiências judiciais, onde se julgam e decidem as questões forenses e as do contencioso administrativo. (Jó 23:3 - Daniel 7:10)
TRIBUTO
Imposto de caráter geral e obrigatório que o poder público exige, direta ou indiretamente, de cada particular em benefício coletivo, para atender às despesas da administração. (Núm 31:28- 1 Reis 4:2)1
TRINDADE
Cristo apresenta-se como Filho de Deus: há entre ambos um mútuo conhecimento (Mt 11,25-27; 21,33-41; Lc 2,49s; Jó 6,40-57; 8,12-59; 12,20-28; 17,4-26). A vida cristã é apresentada por Paulo em referência a um Deus-Trindade (Rm 8,12-33; Cl 1,13-20; Ef 2,12-18; 4,1-6). O batismo, tanto em Cristo como em nós, tem uma dimensão trinitária (Rm 6,3-11; 1Cor 6,11; Tt 3,1-7; Mt 3,13-17). A atividade cristã tem origem na vida trinitária (1Cor 12,4-6; Gl 4,4-6; Rm 5,1-5). Fórmulas trinitárias (Mt 28,19; 2Cor 1,21s; 13,12s; 2Ts 2,13; 1Pd 1,2).
TRÔADE
Porto marítimo da província da Ásia, no mar Egeu. São Paulo passou por ali na segunda e na terceira viagens missionárias (At 16,8-11; 20,5-10).
TROMBETA
Instrumento de sopro formado por um tubo de metal, mais ou menos comprido e afunilado na extremidade, por onde se emboca. (Êx 19:16 - Lev 23:24).
TRONO
Sólio elevado onde, em atos de maior solenidade, os soberanos se assentam. (Gênesis 41:40 - Êx 11:5).
TUFÃO
Vento muito forte, tempestuoso; furacão, vendaval. (Is 17:13 - At 27:14).



Aqui você também tem espaço. Abrimos as páginas para aqueles que desejarem ser colaborador e evangelizar conosco através de suas postagens. Envie seu material para: pastoraelianefcr@gmail.com e se sua matéria for aprovada estaremos publicando. Seja um colaborador do Blogue LEVANDO JESUS e EVANGELIZE AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

PASTOR SILAS MALAFAIA INSINUA QUE QUEM TOMA GARDENAL É MALUCO

Nosso Blogue Levando Jesus não faz critica a nenhuma autoridade espiritual, nenhuma Igreja muito menos a nenhuma denominação religiosa po...

FORMAÇÃO BLOGUEIRA E JORNALISTA

FORMAÇÃO BLOGUEIRA E JORNALISTA

siga_nos no google e neste blogger